S.O.S. Corona: pff ajudem as pessoas mais carenciadas

Março, 2020

Há fome na rua e bairros carenciados!

Doações através SEPA aqui

Estamos a receber pedidos de ajuda de entidades que conhecemos bem, tal como a Comunidade Vida e Paz. Por
favor sejam solidários e ajudem de melhor forma possível.

 

RELATO do Nuno Fraga (Lisboa,
18/19 de Março 2020)

 

O cenário hoje na rua é desolador. Estamos perante uma crise sem precedentes. Em Lisboa, onde se estima existirem cerca de 400 pessoas em situação de sem-abrigo, existiam, até há pouco tempo, um número considerável de instituições e apoio de particulares que ia mitigando as carências das pessoas em situação de sem abrigo e das pessoas com maiores dificuldades. Hoje, em Lisboa, só há uma instituição que mantém o apoio as pessoas. E estamos a regressar o passado. Hoje vi fome em Lisboa.

 

Num dia normal arrumariam uns carros, teriam uns trocos, os cafés ou os restaurantes ofereceriam uma refeição. A vizinhança iria a rua e aproveitaria para dar uma ajuda. Num dia normal multiplicar-se-iam e, em certa medida, atropelar-se-iam
as instituições que todos os dias prestam auxílio a esta população. Porem, há cerca de uma semana, só uma instituição faz o trabalho de todas as outras.

 

No Saldanha, onde entregaríamos 30 refeições, entregamos 90. No oriente mais de 60.  Em Santa Apolónia onde antes teríamos 15 a 20 pessoas ontem foram seguramente mais de 40 pessoas. Cenário idêntico no Rossio. Vários pontos ficaram por fazer pois não tinha mais refeições. Em todas as voltas foram distribuídas muito mais refeições/ceias do que normalmente levamos e não chegaram para todos...

 

Tivemos de pegar naquilo que seria o "kit" para uma pessoa e dividir em 3 para tentar chegar a todos. Pelo menos tentar que todos levassem algo.

 

O que vimos ontem em Lisboa foi FOME. E esta situação ainda só começou há meia dúzia de dias. As pessoas correm desesperadamente para as carrinhas em busca de algo. Tivemos pedidos para não as deixarmos, pois não teriam mais nada se não viéssemos. Mas mesmo com pouco, assisti a uma generosidade tremenda entre as pessoas que estão na rua, e um sentimento de gratidão ímpar.

 

Vi também outras quatro coisas: CIVISMO: no geral um grande civismo das pessoas pois mesmo nos pontos de maior aglomeração as coisas decorreram com serenidade e sempre procurando respeitar as distâncias que todos os dias ouvimos

 

Peço que nesta fase em que todos estamos focados em minimizar o impacto que este COVID 19 venha a ter, não nos esquecemos também daquelas Pessoas em Situação de Sem Abrigo

 

Nuno Fraga- Voluntário
Comunidade Vida e Paz - Volta c1 - 5ª feira

 

As necessidades que enfrentamos, atualmente, são muitas. Estamos com carência de algum tipo de produtos como
máscaras, luvas, desinfetantes, mas também de bens alimentares (leite, iogurtes, recheios para sandes, enlatados, cereais, fruta, legumes, massa, arroz, feijão, entre outros).
De forma a proteger as pessoas que pretendem ajudar, pedimos que as encomendas sejam feitas online e que peçam para que as entregas sejam feitas nas nossas instalações de sede: Rua Domingos
Bomtempo, nº7, 1700-142 Lisboa.

 

Detalhes conta bancária da Comunidade Vida e Paz:
IBAN PT50 0036 0000 9910 5505 051 96
BIC/SWIFT MPIOPTPL

 

Não sei se nos conseguiria ajudar desta forma, mas se puder passar esta mensagem pelos seus contactos já
será uma ajuda.
Estou disponível para qualquer esclarecimento adicional. Muito obrigada.

Com os melhores cumprimentos,

Tânia Antunes

Comunidade
Vida e Paz

E-mail: comunicacao@cvidaepaz.pt

Telf: 218460165 Telm: 912 477 952

http://www.cvidaepaz.pt

https://www.facebook.com/Comunidade.Vida.e.Paz